Revista de Rádio Nº 422 - 16 de setembro de 2022



Bloco 1:

Bloco 2:

INSTITUTO CULTURAL PADRE JOSIMO 

PROGRAMA REVISTA DE RÁDIO

Produção e apresentação: Frei João Osmar

422º programa: 16 de setembro de 2021:

1- Resenha: Hoje vamos comentar sobre dois assuntos que foram e continuam sendo destaques das mídias, tanto comerciais e corporativas, quanto das mídias alternativas, a saber: A CPI da COVID19 e  o documentário sobre a “facada em Jair B. em 2018”. Vamos iniciar a conversa falando sobre as repercussões advindas das atividades, debates e depoimentos feitos no âmbito da CPI do Senado Federal que investiga a atuação do Governo Federal no enfrentamento e combate à pandemia do coronavírus. Pois é, a tal CPI que ainda atuará por algumas semanas, quem sabe, meses, tem trazido ao público muitas informações sobre a péssima maneira que nosso Governo enfrentou o vírus. A começar, pelas atitudes negacionistas, pela testagem na população de medicamentos não aprovados para tal uso, pelo atraso na compra de vacinas e pela corrupção generalizada nos negócios que envolviam o combate à pandemia. Seu relatório final poderá apresentar “crimes de responsabilidade do próprio chefe do executivo”. Quanto ao documentário citado acima, “ Bolsonaro e Adélio – uma fakeada no coração do Brasil” do jornalista Joaquim de Carvalho do site de notícias Brasil 247, com a duração de mais de 1h44min, vale a pena alguns comentários. O Documentário é resultado do chamado “jornalismo investigativo”, pois seu autor dedicou semanas de pesquisa, visita a lugares, entrevistas, bem como de buscas em sites de notícias e em órgãos oficiais. Em seu trabalho o autor levanta uma série de dúvidas sobre o processo feito pela polícia federal, colocando questionamentos sobre seus resultados e sugerindo novas investigações, seguindo outras linhas suspeitas. É claro que a grande mídia que seguiu a linha oficial da investigação ou ignorou tal trabalho e/ou combateu como fez a FSP. Viva a Imprensa Livre!!!

2- Entrevista: Hoje vamos ouvir o testemunho de Fatinha Castelan que mora em Vila Velha, no Espírito Santo. Ela é professora aposentada da Rede Pública de Ensino de Vitória, Capital do Espírito Santo, sempre participou da vida de sua comunidade com os princípios das Comunidades Eclesiais de Base – CEBs, fundamentando sua espiritualidade na Leitura Popular e Ecumênica da Bíblia, na linha do Centro de Estudos Bíblicos – CEBI. Fatinha é comprometida com o CEBI de sua região, do seu Estado, bem como do CEBI Nacional, fazendo parte da sua Coordenação. Sempre envolvida com as lutas populares em defesa da vida e vida digna para todos/as, com destaque para a luta das mulheres, pelo fim da violência contra as mesmas, contra o femenicídio e a violência doméstica. No seu testemunho ela destaca sua participação na organização e realização do 27º Grito dos Excluídos/as em Vitória, ES. É um bonito testemunho de alguém que dedica a sua própria vida na promoção e defesa da da vida de outros/as, fundamentada na sua fé e na leitura comprometida e crítica da Bíblia Sagrada.

3- Música:  Cio da Terra, com Milton Nascimento e, no final, o Hino do 27º Grito dos Excluídos.

4- Foto da internet: Manifestação do Grito dos Excluídos 2021 em Vitória, ES.