Revista de Rádio Nº 415 - 29 de julho de 2021



Bloco 1:

Bloco 2:

INSTITUTO CULTURAL PADRE JOSIMO 

PROGRAMA REVISTA DE RÁDIO

Produção e apresentação: Frei João Osmar

415º programa: 29 de julho de 2021:

1- Resenha: Hoje vamos de Olimpíadas tecendo alguns comentários sobre o Evento com destaque para os/as atletas brasileiros/as. Inicialmente que deixar bem clara minha opinião sobre a realização das Olimpíadas neste ano em meio a pandemia de Corona vírus: Fui e sou contrário à realização de eventos dessa natureza em meio a uma pandemia, pois, facilita a transmissão do vírus entre as regiões, no caso aqui, entre os países; Expõem ao vírus todas as pessoas envolvidas no evento, tais como: atletas, equipes técnicas, comissões, trabalhadores em geral na realização do evento, dentre outras coisas. Tenho acompanhado o desenrolar da Olimpíada de Tóquio pelo noticiário e vou destacar alguns fatos marcantes relacionados aos/às atletas da delegação brasileira: Primeiramente quero destacar que a maioria dos/das medalhistas são das periferias, sejam elas urbanas nas grandes cidades ou periferias regionais do Brasil, com destaque para o nordeste. 1- Rebeca Andrade, ginástica artística atua ao som da música Baile de Favela e emociona o Brasil. Daiane Santos chora ao lembrar da discriminação sofrida por negros/as; 2- Jorge Fonseca, judoca, criticas duas marcas de empresas multinacionais que lhe negaram apoio enquanto se preparava para a competição; 3- Maira Aguiar, gaúcha, conquista sua terceira medalha em Olimpíadas e fala de superações; -4 Rayssa Leal maranhense, de apenas 13 anos de idade encantou a todos com suas manobras no skate street, mas principalmente por suas posições muito críticas em relação ao esporte quanto à sociedade. Defendia o isolamento social por causa da pandemia e na volta ao seu Maranhão negou-se a posar para fotos com políticos locais que nunca lhe apoiaram.

2- Entrevista: Hoje vamos ouvir o testemunho de Dienifer Berté, nascida em Venâncio Aires há 33 anos, mas que vive e trabalha há bastante tempo em Santa Cruz do Sul, RS. Dieni, como é mais conhecida, participa da vida da comunidade eclesial desde a sua infância. Na juventude participava de grupos de jovens, com destaque para a Pastoral da Juventude -PJ. Sempre gostou de participar de encontros e cursos de formação que lhe ajudaram muito a desenvolver uma visão mais crítica da sociedade e a levou a engajar-se em movimentos comunitários, populares e até no engajamento político partidário. Hoje ela é suplente de vereador pelo PT em Santa Cruz de Sul; Também coordena o Setor de Assistência Social da Diocese de Santa Cruz e participa dos Conselhos Paritários de direitos em sua cidade. Ela é uma defensora das Escolas de Fé e Política do RS e do Brasil. Seu testemunho é uma bela mensagem que nos anima a todos e todas na defesa da vida e de um futuro melhor para as novas gerações.

3- Música:  A Paz com Roupa Nova e, no final, Coração de Estudante com Milton Nascimento;

4- Foto da internet: Dienifer Berté, à direita na foto.