PGM #261: Entrevista com Maister Freitas da Silva - militante do MPA (vida, militância e importância dos Movimentos Populares)



Bloco 1:

Bloco 2:

1- Abertura: O fato político mais importante dessa semana foi a Caminhada em Brasílias dos Movimentos populares que culminou às 16h do dia 15 em frente ao TSE onde foi feito o registro da candidatura de Lula à Presidência.

2- Resenha: O Brasil assistiu nesta semana pelas redes sociais e meios de comunicação alternativos, visto que os chamados grandes meios de comunicação ignoraram, ao maior ato político deste ano eleitoral: A Caminhada em Brasílias dos Movimentos populares que culminou às 16h do dia 15 em frente ao TSE onde foi feito o registro da candidatura de Lula à Presidência. Mais de 50 mil pessoas de todos os Estados brasileiros caminhando pacificamente por Democracia e por Direitos que estão sendo dilapidados pelo governo golpista. A Caminhada somou-se à greve de fome de sete militantes sociais que já se aproxima de 20 dias e entra na fase crítica para a saúde e vida dos participantes. A confusão político-jurídica em relação às eleições de outubro continua em nosso Brasil. Com o já tradicional engajamento político partidário da Grande Mídia e com um agravante: o mesmo engajamento político partidário de boa parcela do Poder Judiciário..

3- Música: Traga a Bandeira de luta.

4- Entrevista: Na entrevista de hoje vamos conversar com Maister Freitas da Silva que é militante do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA. Ele nasceu em Cerro Grande do Sul na chamada Costa Doce do nosso Estado. Tem 33 anos é casado e pai de um filho. Formado em Técnicas Agrícolas e acadêmico em Administração de Empresa. Na entrevista ele nos fala de sua vida sua militância e da importância dos Movimentos Populares a exemplo do MPA.