PGM #253: Entrevista com estudante colombiana no Brasil sobre sua vida e adaptação aos costumes gaúchos



Bloco 1:

Bloco 2:

Destaques da Semana:

1- Abertura: As crianças separadas dos pais, que queriam entrar ilegalmente nos EEUU pela fronteira do México, e que foram colocada em espécie de gaiolas de ferro foi o principal assunto da semana no Brasil e no mundo.

2- Resenha: Nesta semana em que a grande mídia tenta induzir os telespectadores com reportagens fantásticas sobre a Seleção Brasileira no Mundial na Rússia, bem como com torcidas organizadas e pagas para aparecer nos telejornais, a crise no Brasil continua e se agrava! Tem aumentado o desemprego e a inflação e baixado a expectativa de crescimento do PIB. No entanto dois fatos no exterior mereceram destaques em todas as mídias: o assédio moral de torcedores brasileiros à jovem na Rússia e a prisão de crianças e adolescentes numas espécies de gaiolas de ferro, separados dos pais que tentavam entrar nos EEUU pela fronteira do México, dentre elas dezenas de brasileiras. O Governo brasileiro não tinha se manifestado até o fechamento desta edição sobre tais assuntos vergonhosos para o Brasil e os brasileiros.

3- Música: Pueblito mi pueblo, com Clary Costa.

4- Entrevista: Com Katerine Florez estudante colombiana.

Ele nasceu em San Gil, Colômbia, que já fica no Hemisfério Norte,  e atualmente mora em Porto Alegre onde faz Mestrado em Desenvolvimento Rural na UFRGS.

Na entrevista ela nos fala sobre sua história, suas opções enquanto estudante. O destaque é para sua opção de vir estudar em Porto Alegre e de sua adaptação aos costumes gaúchos.