Resistência é a palavra de ordem na Feicoop 2019

24 de junho de 2019

Organizadores conclamam por somatório de forças para garantir continuidade do evento (foto: arquivo Feicoop)

Evento mantém viva a semente do Fórum Social Mundial reafirmando que “Um outro mundo e uma outra economia são possíveis e necessários”

 

A Feira Mundial do Cooperativismo e Economia Solidária (Feicoop), de Santa Maria, já tem data marcada para sua 26ª edição (11 a 14 de julho de 2019) e está reforçando a convocatória para que o evento seja abraçado como uma iniciativa de resistência frente o delicado momento em que as políticas públicas de fomento à ecosol estão sendo aniquiladas.

 

A coordenadora do evento, Irmã Lourdes Dill, relembra que a Feicoop “é um grande espaço de articulação, debate, comercialização justa e troca de experiências entre os empreendimentos da economia solidária, agricultura familiar camponesa, associações de catadores e catadoras, povos indígenas, organizações populares, associações, cooperativas, empreendimentos solidários do meio urbano e rural, reunidos sob a metodologia autogestionária do Fórum Social Mundial”.

 

Ao longo dos quatro dias mais de uma dezena de eventos paralelos são reunidos sob a bandeira da solidariedade militante, cujo sentido se explica pelas palavras de Irmã Lourdes: “Aqui vamos muito além da resistência frente a exclusão social e o desemprego, a ecosol aponta para uma nova prática econômica, para a reinvenção do nosso sentido de coletividade, para a superação desse sistema que aí está”. Para a religiosa, é o momento de se provar que um outro mundo e uma outra economia são possíveis e necessários, constituindo-se a partir do trabalho cooperativado, autogestionário, com gestão participativa entre homens e mulheres que constroem o bem viver.

 

Para saber mais sobre a Feicoop, acesse o site www.esperancacooesperanca.org e acompanhe todas as informações sobre o evento pela Rede Soberania, Brasil de Fato/RS e Instituto Cultural Padre Josimo.

 

Apoio popular é necessário!   Faça parte da mobilização popular para garantir que a Feicoop permaneça ativa, mantendo vivo o ideal do Fórum Social Mundial. Os interessados em ajudar podem acessar a campanha da Cáritas/RS e fazer a sua doação a partir de R$ 30,00 (recurso necessário para custear a participação de uma família no evento) pelo site https://caritasrs.colabore.org/Feicoop/.