Feirantes de Candiota começam a receber apoio de projeto social conjunto

25 de outubro de 2018

Ação desenvovida em parceria pela prefeitura municipal, Instituto Cultural Padre Josimo e Usina Pampa Sul visa fortalecer e ampliar as ações do grupo de mulheres que realiza a feira na cidade

 

O grupo de mulheres feirantes que integra a Associação das Produtoras da Agricultura Familiar e Artesãs da Feira de Candiota “Guerreiras do Campo”, recebeu na manhã desta sexta-feira, dia 19, parte dos intens que integram o Projeto Social estabelecido entre o Instituto Cultural Padre Josimo, Prefeitura de Candiota e UTE Pampa Sul (Miroel Wolowski). Ao longo dos próximos meses estão previstos novos repasses de equipamentos e desenvolvimento de material de divulgação para a feira.

Atualmente são 15 feirantes todas assentadas do Movimento dos Trabalhadores rurais Sem-Terra (MST), no município de Candiota (RS), que compõem a feira e comercializam produtos in natura (hortaliças, legumes, grãos, frutas, tubérculos, cereais, ervas e ovos), agroindustrializados (frios, doces, compotas, pães, temperos, queijos, entre outros) e itens de artesanato. O projeto que será dividido em 3 parcelas e prevê  a aquisição de tendas e equipamentos que possam qualificar o trabalho do grupo, ampliando a geração de renda e dinamizando a economia do município.

O Prefeito de Candiota, Adriano Castro dos Santos, relata que a feira é composta por pequenas agricultoras, que tem potencial para ampliar a feira e atrair mais consumidores, mas para isso necessitam de apoio como acontece nesta ação conjunta. “Por isso é muito pertinente essas parcerias, para que possamos dar mais corpo a feira e levá-la para outros espaços”, afirmou o prefeito.

Segundo a feirante Olália Fátima da Silva de 53 anos, assentada da Reforma Agraria e uma das coordenadoras do grupo, a aquisição dos equipamentos previstos no projeto representa “a alavanca de um sonho de libertação e empoderamento das mulheres da Via Campesina, pois fortalece a nossa produção e dá mais coragem e confiança pra seguir em frente”, afirmou.

Os representantes da UTE Pampa Sul (Miroel Wolowski), que já desenvolvem uma série de atividades em parceria com o Instituto Padre Josimo e com a prefeitura de Candiota, como o Programa de Educação Ambiental para a Agricultura Familiar por exemplo, destacaram que esta é mais uma oportunidade de apoiar iniciativas que visam o fortalecimento de projetos importantes para a comunidade.

É um importante projeto de cunho social desenvolvido pela Pampa Sul, junto a comunidade onde está inserida”, destacou o consultor da UTE Pampa Sul (Miroel Wolowski), Deonir Francisco Focchesatto. Para ele, “o apoio as iniciativas do grupo se Senhoras feirantes, valoriza o trabalho das mulheres que vivem no meio rural, que organizadas e com muita dedicação, produzem os alimentos em suas propriedades e trazem para serem comercializados na feira, contribuindo desta forma, para a geração de renda para o sustento das suas famílias”.

 

Confira o cronograma de atendimento das feirantes:


Sede do Município

Local: Galpão do Produtor – na Praça Dario Lassance
Dias: sextas e sábados
Horário de atendimento: 8h às 17h

Vila Residencial
Local: Praça
Dias: sextas-feiras
Horário de atendimento: 8h às 17h

Vila Operária
Local: Em frente a Escola Faro
Dias: sábados
Horário de atendimento: 8h às 17h

 


Marciane Fischer

ICPJ | MST | Rede Soberania