Revista de Rádio 346 - 02 de abril de 2020 I



Bloco 1:

Bloco 2:

INSTITUTO CULTURAL PADRE JOSIMO 

PROGRAMA REVISTA DE RÁDIO

Produção e apresentação: Frei João Osmar

346º programa: 02 de abril de 2020:

1- Resenha: A semana foi marcada pela aprovação no Congresso Nacional da ajuda Emergencial de R$ 600,00 por família desempregada, de baixa renda, de trabalhos informais e microempreendedores individuais, dentre outros prejudicados com a Quarentena em função da pandemia do Covd 19. Projeto este que foi sancionado com vetos por JB, coisa que atrasa mais a sua colocação em prática, pois terá que voltar ao Congresso. O Governo Federal está nitidamente dividido entre os que propõe ações concretas para o enfrentamento da pandemia e os que são contrários aos investimentos em saúde e nas áreas sociais. Isto leva o Executivo à paralisia. Com isso o vírus vai se alastrando, matando pessoas que são enterradas sem se ter a causa da morte esclarecida pelas autoridade. Só os casos mais graves são submetidos ao teste de confirmação da doença por falta de estruturas hospitalares e de pessoal e mesmo dos testes já realizados milhares estão na fila do laboratório para serem analisados. Portanto os números oficiais do Brasil são bem abaixo da realidade percebida por profissionais da área. Enquanto as autoridades batem cabeça a população, especialmente a mais vulnerável, vai sofrendo as consequências da Pandemia. Cabe a cada um/ama e a todos/as cuidarmo-nos pessoalmente e uns aos outros. É momento de Solidariedade. 

2- Entrevista: Hoje vamos conversar com Jocelino Forbes, mais conhecido em seu bairro por Juca, tem 64 anos e é natural de Garibaldi, na Serra Gaúcha, mas mora e trabalha no Bairro Daltro Filho, município de Imigrante naquela mesma região há mais de 30 anos. Tem Curso Técnico em Mecânica, profissão que exerce há anos em sua comunidade. Ele é casado tem dois filhos e um neto. Há quase 15 anos participa do elenco de artistas locais que encenam o teatro ao ar livre em frente ao Convento Franciscano em Daltro Filho “A Paixão de Cristo”, onde já exerceu diversos papéis. Na entrevista ele nos fala um pouco de sua vida, sua família, mas especialmente da sua alegria em participar da encenação da Paixão de Cristo, pois segundo ele se sente valorizado, aparece na grande mídia e aprendeu muita coisa boa nesses anos. Ele recomenda que as pessoas que puderem, devem participar da vida de sua comunidade nas mais diversas áreas, mas especialmente na arte e na cultura.

3- Música: Oração de São Francisco com Fagner;

4- Foto da internet: Paixão de Cristo em Daltro Filho, RS.