PGM #214: Entrevista com Rubens Nunes da Mota, frei capuchinho



Bloco 1:

Bloco 2:

Temas da Semana:

Nesta semana, que aqui no RS teve o feriado do dia do Gaúcho bem no meio, está repleta de fatos novos no cenário nacional. Um dos mais graves foi a declaração de um General  de que as Forças Armadas estariam prontas para intervir no País caso os Poderes constituídos não dessem conta de resolver a crise em que o Brasil se meteu. É muito triste ouvir que um ano após o golpe civil poderá ter um golpe militar. Moro será avaliado no STF por sua parcialidade na condução da operação lava jato em primeira instância. Outro fato relevante, que teve pouca repercussão na grande mídia, foi a publicação da pesquisa encomendada pela CNT sobre a avaliação do governo Temer e do cenário para as eleições presidenciais de 2018. Nesta pesquisa Temer, seus principais ministros e seus maiores aliados aparecem com uma aprovação abaixo de 5%, enquanto que na projeção para 2018 o expresidente Lula lidera em todos os cenários pesquisados e ganharia com folga as eleições em seus dois turnos. Isto abala a base governista e atiça a sua raiva e caçada ao expresidente. Aqui no RS a crise de governança se expande, a exemplo da greve do magistério e com a insegurança pública atingindo níveis nunca dantes vistos.

Entrevista de hoje:

Na entrevista de hoje vamos conversar com Rubens Nunes da Mota que é Frei Capuchinho, Irmão Leigo, nascido em Montalvânia, MG, formado em Teologia e Psicologia Terapêutica Familiar. Atualmente mora e trabalha em Campo Grande, MS. Nesta entrevista ele nos fala de sua família, infância, juventude, estudos, vocação.

Músicas: Eu nasci a dez mil anos atrás,  na voz de Raul seixas.